Polícia Militar de Minas Gerais

Noticias Policias

separe os e-mails por vírgula

Polícia Militar já recolhe respiradores em MG para manutenção e uso de pacientes com coronavírus

03/04/2020

Empenhado em minimizar o impacto da crise do novo coronavírus em Minas Gerais, o governador Romeu Zema anunciou mais uma importante ação: a requisição de cerca de mil respiradores em todo o Estado, feita pela Polícia Militar, para o tratamento da Covid-19. Os aparelhos, atualmente estragados e inutilizados em clínicas particulares, hospitais e estabelecimentos médicos, serão consertados e empregados na luta contra a pandemia.
 
anuncio foi feito na ontem (02/04) e hoje (03/04), a PM já recebeu as primeiras imagens de respiradores requisitados em Ituitaba e Uberaba. Quando a pandemia passar, os equipamentos serão devolvidos aos respectivos proprietários aptos a utilização. Aqueles que se dispuserem poderão, ainda, realizar a doação ao governo estadual. A manutenção será realizada por meio de parcerias, com objetivo de ampliar a quantidade de aparelhos disponíveis em Minas para o tratamento do novo coronavírus.
 
“Os respiradores estragados irão para conserto. Já temos empresas e engenheiros que se dispuseram a consertá-los. Temos notícia de centenas de aparelhos que estão inutilizados em clínicas particulares, hospitais e poderiam ajudar muito o Estado nesse momento de dificuldades. Após essa pandemia, os respiradores serão devolvidos aos estabelecimentos. Aqueles que não quiserem de volta, podem doar ao Estado. Os respiradores são de extrema importância para os pacientes de coronavírus com dificuldade respiratória”, afirmou o governador.
 
O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Giovanne Gomes da Silva, reforçou o empenho da instituição para colaborar com as ações de prevenção à doença e destacou que a medida terá grande importância para todos os mineiros.
 
“É uma operação de guerra. A Polícia Militar vai colocar todo o efetivo necessário para fazer a arrecadação em mais de 1,3 mil pontos em 24 horas, esta é a nossa meta. Não haverá nenhum prejuízo para os proprietários. Na verdade, será um ganho, porque o Estado vai arrecadar o equipamento, fazer a manutenção e depois devolvê-lo em condições de operação após a crise do Covid-19. Mais uma vez a Polícia Militar está indo além da sua missão constitucional para contribuir para o bem estar do cidadão”, garantiu o comandante-geral. Segundo ele, os equipamentos que não puderem ser consertados serão devolvidos posteriormente aos respectivos proprietários.

Autor: Com informações da Imprensa MG