Polícia Militar de Minas Gerais

15ª Região da Polícia Militar - Teófilo Otoni/MG

Banda de Música


HISTORICO DA BANDA DE MÚSICA DA 15ª RPM
 

 

 

 

      No mês de dezembro de 1987 apresentaram-se no 19º BPM para ministrarem aulas de música, os Sgts João Jorge dos Santos, oriundo de Montes Claros e Guilherme Figueiredo, oriundo de Juiz de Fora.


      O então Tenente Coronel PM Jaime Gotelipe Junior, Comandante do 19º BPM fez comunicar aos interessados a criação da banda de música; onde apareceram 20 militares do QPPM interessados; os militares concorriam as escalas dos diversos serviços normalmente. Só no dia 03 de março de 1988 o pessoal relacionado foi colocado à disposição em regime de tempo integral para freqüentar as aulas de música.
No dia 05 de Junho de 1988 a banda recebeu o instrumental de marca Weril, doados pela Prefeitura Municipal de Teófilo Otoni, na gestão do Prefeito Getúlio Afonso Porto Neiva. A partir desta data começaram as aulas de prática instrumental.

      No dia 07 de setembro de 1988 a banda de música saiu pela primeira vez à rua, tocando o Hino Nacional no hasteamento das Bandeiras e logo em seguida desfilando tocando Canção de Minas Gerais e os Dobrados Olha a Cadência e Barão do Rio Branco, e no mesmo dia na abertura da Exposição Agropecuária a banda tocou novamente às 14h.

      Em 1º de novembro de 1989 apresentou-se na banda de música o 1º Ten José Raimundo Higino, assumindo a regência da banda até 1994.      

      Em 1995 o Sargento Waldir Duarte assumiu a regência da banda, onde permaneceu até 2001, saindo para realizar o Curso de Habilitação de Oficiais Músicos (CHOM), na Academia da Polícia Militar (APM), em Belo Horizonte/MG, retornando para a regência da Banda de Música do 19º Batalhão de Polícia Militar, ao final do curso, no ano de 2003.

      Em 2005 foi inaugurada a sala da banda de música do 19º BPM, empreendimento realizado com grande esforço dos componentes da banda, através de parcerias e doações de entidades e empresários da comunidade do nordeste mineiro.

      Em 2007 a Banda de Música passa a ser subordinada diretamente à Assessoria de Comunicação Organizacional da 15ª Região de Polícia Militar.

 

“Onde há música, não pode haver coisa má.” Cervantes.

 

 

     A banda de música é sempre requisitada para comemorações cívico-militares, festas religiosas, sociais e culturais, possuindo ainda, projetos como:

  • Musicoterapia (tocata em hospitais, casas lares);
  • Compatibilizando o Ser (tocata em presídios, casas de recuperação);
  • Sonata familiar (tocata para militares recém aposentados);
  • Banda nas Escolas (desperta nos jovens o interesse cívico, hinos patrióticos).
  • Sons do Mucuri (formação musical para jovens e adolescentes dos bairros periféricos);
  • Celebra 100 (tocatas para aniversariantes centenários);
  • Praça Feliz (tocatas na Praças Públicas de Teófilo Otoni).



SOLICITAÇÃO E AGENDAMENTO DA BANDA DE MÚSICA

 

1. O solicitante encaminha um Ofício para o Comandante da 15ª Região de Polícia Militar, através da Assessoria de Comunicação Organizacional (remessa com no mínimo 96 horas de antecedência ao evento), constando no texto do documento, dia, hora (início e término), local, telefone de contato, email, bem como público estimado, se haverá ou não cobrança de ingressos e por fim a natureza do evento.

 

2. Após a remessa do ofício de solicitação, o solicitante deverá contatar a Assessoria de Comunicação Organizacional, após 48 horas, para verificar a sua resposta e para verificar se haverá cobrança de Taxa de Segurança Pública.

 

3. Nos casos de apresentações fora da Sede da Região, o solicitante deverá providenciar, independente do recolhimento ou não da TSP;

3.1 01 (um) ônibus com 40 (quarenta) lugares ou mais e bagageiro alto;
3.2 alimentação, hospedagem e custeio de lanches no percurso de ida e volta para os militares da banda (se for o caso);
3.3 divulgação, destacando a participação da Policia Militar (cartazes, folders, faixas, etc);
3.4 em caso de apresentação noturna, iluminação do local e sonorização condizente com a apresentação;

3.5 para apresentação com Concerto, cadeiras comuns no número exato dos integrantes da Banda de Música e um Mestre de cerimônia para apresentação da Banda de Música e do repertório a ser executado.